• italiano
  • Deutsch
  • español
  • Brasil
  • français
  • 中国的
  • русский
  • English

Apresentação

Playa del Carmen

Entre as inúmeras razões pelas quais investir na Riviera Maia representa um negócio vencedor, contam-se seguramente as belezas naturais e as condições climatéricas/ambientais.
A Riviera orgulha-se, de facto, de ter um mar transparente com várias tonalidades de azul, intermináveis praias de areia branca e fina, a segunda barreira coralina mais longa do mundo, cenotes, parques naturais, áreas protegidas e alguns dos sítios arqueológicos pré-colombianos mais fascinantes de toda a América Central. No que diz respeito ao clima, as temperaturas mínimas médias da água nunca descem abaixo dos 25 graus e as do ar abaixo dos 23 (enquanto que
as máximas médias são respectivamente de 31 e 29 graus), de modo que se tem a garantia de umas férias de praia durante os 12 meses do ano (a Riviera Maia é, de facto, um dos poucos locais do mundo onde se pode tomar banho mesmo nos dias de Inverno mais frios…).
É justo ainda relembrar a presença de um grande aeroporto internacional (Cancun) ao qual chegam vários voos diários das principais cidades dos Estados Unidos (Miami, Nova Iorque, Washington, Filadélfia, Los Angeles, Chicago, Orlando, Atlanta, entre outras) e do Canadá (Montreal, Vancouver, Toronto); a estes somam-se vários voos semanais da maioria das capitais da Europa ocidental (Londres, Paris, Madrid, Roma, Amesterdão, Zurique, Berlim, Bruxelas) e de outras importantes metrópoles do velho continente (Frankfurt, Düsseldorf, Manchester, Milão, etc...).
Em virtude de tudo isto, a Riviera Maia goza de um fluxo turístico incessante, motivo pelo qual, no âmbito imobiliário, se tem vindo a criar nos últimos anos uma elevada e atractiva relação percentual de investimento/rendimento, a oscilar entre 6-7% e 10-12% (lucro líquido) e variável em função do montante inicial investido e da tipologia do produto. De referir ainda uma melhor relação preço/posição face ao mar, em comparação com outros locais turísticos do Mediterrâneo europeu, da Florida, da Califórnia, das Canárias e das próprias Caraíbas.
De registar, finalmente, que as cidades de Cancun e Playa del Carmen conheceram, nos últimos anos, a mais alta taxa de crescimento demográfico da América Latina.